Eventos

Maker HackLab

O Maker Hacklab é uma maratona de negócios em Internet das coisas (Internet of things – IoT) criada pelo Centro de Empreendedorismo da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) em parceira com uma startup local, a AgroSmart. A proposta é simples: desenvolver ideias de negócios de alto impacto, envolvendo a integração de hardware e software na nuvem. Tudo isso em nove dias de muito trabalho e mentoria. Os resultados são imensuráveis. Concretamente, temos hoje duas startups em estágio de pré-aceleração que são resultado de projetos executados no Maker Hacklab, captação de talento em engenharia para o ecossistema startup local, além de ações de Inovação Aberta em curso.

Startup Weekend UNIFEI & Startup Weekend Maker UNIFEI

O Startup Weekend é um evento de formato internacional que aconteceu em mais de 1100 cidades de 150 países ao redor do mundo. Sua dinâmica tem por objetivo tirar as ideias do papel e transformá-las em um minímo produto viável, em um único final de semana. O propósito do evento é ensinar e inspirar novos empreendedores além de proporcionar conexões para criação de comunidades empreendedoras locais.

O CEU atua desde 2013 na realização do Startup Weekend na UNIFEI, entendendo que este tem um importante papel na construção do ecossistema empreendedor dentro da Universidade e na cidade de Itajubá. Em 2015 após dois anos realizando a versão normal do Startup Weekend. Resolvemos trazer para a nossa Universidade a primeira versão do evento focado em negócios de hardware e robótica a acontecer no Brasil. Esta decisão foi baseada nos expressivos resultados que obtivemos nos anos anteriores.

Em 2013 o evento proporcionou a criação da Agrosmart, startup de hardware e internet das coisas focada em desenvolver soluções inteligentes para o agronegócio. Já em 2014, 40% das ideias durante o evento eram de cunho tecnológico envolvendo hardware. Dessa forma realizamos na UNIFEI o 1º Startup Weekend Maker do Brasil em 2015. Entendendo que a nossa comunidade está preparada para criação de negócios em hardware com envolvimento de ciência e engenharia – as chamadas “Hard Core Startups”.